quinta-feira, 25 de junho de 2015

Psicologia – Parte 07



Relação de provas anteriores
01 - Cargo de Analista Ministerial Psicologia, concurso organizado pela FCC e realizado em 2012
02 - Cargo de Analista Técnico Psicologia, concurso organizado pela QUADRIX e realizado em 2012
03 - Cargo de Analista Trainee Psicologia, concurso organizado pela FCC e realizado em 2008
04 - Cargo de Analista Trainee Psicologia, concurso organizado pela FCC e realizado em 2010
05 - Cargo de Assessor Técnico Psicologia, concurso organizado pela FGV e realizado em 2010
06 - Cargo de Assistente de Pesquisa Psicologia Clinica, concurso organizado pela FJPF e realizado em 2006
07 - Cargo de Auditor Federal de Controle Externo Psicologia, concurso organizado pela CESPE e realizado em 2011
08 - Cargo de Auditor Psicologia, concurso organizado pela FUNDEP e realizado em 2011
09 - Consultor Legislativo Psicologia, concurso organizado pela CESGRANRIO e realizado em 2005
10 - Consultor Técnico Legislativo Psicologia, concurso organizado pela VUNESP e realizado em 2007
11 - Docente Psicologia, concurso organizado pela SABER e realizado em 2012

Total de 11 provas (Arquivo zipado)
Para acessar os arquivos é necessário cadastro no 4Shared ou se preferir utilize nosso "Formulário de Contato" no lado direito da postagem




Exercícios de fixação

01 - Miguel foi levado, aos dois anos de idade, a um abrigo para crianças depois de ser encontrado pela polícia sozinho, aos prantos, sujo e com fome. Seu pai o espancava e havia sido preso por tráfico de drogas. Sua mãe não se responsabilizava por seus cuidados. Aos sete anos, Miguel foi adotado. A mãe adotiva, tendo sido avisada pelo Poder Judiciário de que o menino tinha problemas de anemia, raquitismo e arritmia do coração, levou-o ao médico inúmeras vezes. Quando Miguel completou doze anos, foi por ela devolvido, sob a alegação de que ele era desobediente.
A partir da situação hipotética acima, assinale a opção correta.
(A) Uma das características associadas a crianças como Miguel é a dificuldade na vinculação afetiva, o que dificulta a relação afetiva com o outro, já que o medo do abandono é recorrente.
(B) O processo de adoção, assim como o acompanhamento de crianças como Miguel, é de competência das varas de família, cujo objetivo principal é evitar sofrimento significativo para a criança.
(C) A adolescência, sendo uma fase permeada de medos, incertezas e dúvidas, é um período mais problemático para filhos adotivos, que não conhecem suas origens.
(D) Como estudos comprovam que quem vive situações como a descrita desenvolverá um quadro de depressão, o conselho tutelar deve, como medida preventiva, encaminhar Miguel à terapia familiar.
(E) Miguel vive o que se denomina ciclo vicioso, não lhe sendo, por isso, possível recuperar-se dos traumas vividos.

02 - O direito inalienável da criança em manter o convívio familiar constitui o eixo nevrálgico do dispositivo jurídico da guarda compartilhada. Com relação a esse assunto, assinale opção correta.
(A) Nos termos da lei, são previstas situações excepcionais de designações discriminatórias relativas à filiação.
(B) A criança tem o direito de ser educada e conservada na responsabilidade legal de seus genitores, mesmo que separados, exceto quando o seu interesse torna necessária a guarda unilateral.
(C) Na responsabilização de genitores não casados, com relação aos seus filhos, o direito de convivência é o fator decisivo.
(D) O pátrio poder é exercido por pai ou por mãe, de forma excludente, de acordo com o disposto na legislação civil, assegurado a qualquer deles o direito de, em caso de divergência, recorrer à autoridade competente para a solução da discordância.
(E) Dificuldades materiais constituem motivo suficiente para a perda ou a suspensão do pátrio poder.

Texto para as questões de 03 a 05
Antônio, de dezessete anos e onze meses, é o filho mais velho de Francisco e Matilde. Francisco, alcóolatra, foi internado em hospital psiquiátrico, em razão de ter agredido Matilde e os filhos e de apresentar delírios e alucinações. Cinco dias após a internação do pai, Antônio matou um rapaz de vinte e um anos durante uma briga de bar, utilizando uma arma calibre 38. Após o assassinato, Antônio, que manteve, durante uma hora, uma pessoa refém, conseguiu fugir, tendo sido localizado apenas trinta e cinco dias após o incidente.

03 - A partir da situação hipotética acima apresentada, assinale a opção correta.
(A) Mesmo sendo mais adequada a aplicação do regime de semiliberdade a Antônio, a lei permite, dada a gravidade do ato infracional por ele cometido, a aplicação da internação.
(B) Caso seja privado de liberdade, Antônio terá assegurado, segundo a legislação, o direito de encontrar-se reservadamente com seu defensor e de receber assistência religiosa, de acordo com o estabelecido pela instituição de internação, além de ter acesso aos meios de comunicação social, inclusive a redes sociais na Internet, não sendo permitida, em nenhuma situação, a incomunicabilidade.
(C) Comprovada a prática do ato infracional, a autoridade competente deve aplicar a Antônio, por tempo determinado, regime de semiliberdade, visto que a realização de atividades externas pode beneficiar o adolescente e sua família.
(D) Antônio deve ser julgado como maior de idade, já que, quando foi localizado, já havia atingido a maioridade.
(E) Dada a situação da família de Antônio, é possível, segundo a lei, a inclusão de seu pai, Francisco, em um programa oficial de auxílio e tratamento de alcóolatras, além de acompanhamento psicológico para Matilde em grupos de vítimas de agressão.

04 - Ainda com base na situação hipotética apresentada, assinale a opção correta.
(A) A justificação dos comportamentos de Antônio pela via do processo de adolescer não é adequada, pois seu comportamento insere-se em um contexto mais complexo, que requer compreensão sistêmica.
(B) É adequado ao caso de Antônio o psicodiagnóstico avaliativo, que indique elementos preponderantes de sua personalidade e suas funções mentais superiores, a fim de fornecer subsídios técnicos e soluções que auxiliem a decisão do magistrado.
(C) O comportamento de Francisco permite o estabelecimento do diagnóstico de transtorno psicótico devido ao uso de álcool.
(D) Ao completar vinte anos de idade, ou seja, após dois anos de internação, Antônio deverá ser compulsoriamente liberado.
(E) A justiça poderia ter decretado a prisão de Antônio pela proximidade da maioridade penal.

05 - Com base na situação hipotética apresentada, é correto afirmar que
(A) o contexto familiar e os conflitos nele existentes, assim como o manejo das relações e das responsabilidades, influenciaram no desenvolvimento de Antônio.
(B) Antônio é um delinquente psicótico, dado o tipo de crime por ele cometido.
(C) a delinquência cometida por Antônio é do tipo profilática, devido ao fato de ter mantido um refém.
(D) a ausência da figura paterna como instância da lei simbólica e a vitimização da mãe foram determinantes para que Antônio praticasse os referidos atos.
(E) Antônio é usuário de drogas e cometeu os crimes sob o efeito dessas substâncias.

GABARITO
01 – A
02 – B
03 – E
04 – A
05 – A

Link relacionados:

- A importância do Edital

- Relação de provas por Profissão
- Empresas Organizadoras de Concursos Públicos
- Tenha acesso a todo conteúdo clicando em MAPA DO BLOG
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário